Veja o que está em cartaz no Teatro Caleidoscópio e programe-se.
+ Mais
 
  Teatro para adultos, adolescentes e crianças. Confira a programação de cursos do Teatro Caleidoscópio
+ Mais
 
Cadastre-se em nossa newsletter e receba as informações, novidades e promoções do Teatro em seu e-mail.
Nome: E-mail:
   
  Clique aqui e acompanhe a programação do Teatro Caleidoscópio  
“INVÁLIDOS NACIONALISTAS SOB SUSPEITA”

Com o propósito de valorizar o humor como instrumento de reflexão nasceu o espetáculo “Inválidos Nacionalistas Sob Suspeita”, ou simplesmente INSS. Uma comédia que narra, de forma ácida e crítica, a realidade dos trabalhadores brasileiros que pleiteiam o benefício da aposentadoria por invalidez. Um policial baleado, um médico psicótico, um radiologista radioativo e um professor insone e paranóico – os inválidos nacionalistas – disputam um único benefício num concurso promovido por uma sarcástica Perícia Médica.

O texto é de Maurício Witczak, autor de Psicológica do Amor, Entre Oito Paredes e mais recentemente Caixa Preta. A direção ficou a cargo de André Amaro. E os atores convidados para a montagem – Wilton Oliveira, Vanessa Di Farias, Pecê Sanvaz, Ricardo César, Wilson Demetrius, além do próprio autor - já tiveram passagem pelo Teatro Caleidoscópio.

A frieza de quem avalia dramáticos pedidos de afastamento do trabalho, a demorada tramitação dos processos burocráticos e as enfermidades laborais não escapam às críticas nessa peça de tipos risíveis. “O trabalho adoece o homem”, diz o professor que ainda ouve gritos e vaias de alunos e se sente um protozoário intelectual depois de tantas conversas no intervalo das aulas, tantas dinâmicas de grupo e incontáveis convocações sindicais. “Nunca me disseram que dar aulas me colocaria nas portas do manicômio e sem poder pagar pelo tratamento. Eu sou um inválido!” – exclama.

O médico enlouqueceu depois de tantos plantões banhados a sangue e morte. Esqueceu um bisturi dentro de um paciente e foi parar na psiquiatria em posição fetal chorando e mamando no soro. “Num hospital público de grande porte, tem-se a impressão de haver mais gente doente do que gente saudável na cidade inteira”, diz o radiologista, outro concorrente inválido cuja aparência assustadora agora o afasta das criancinhas.

O sargento da Polícia, por sua vez, não quer se tornar um inútil, apesar dos dez tiros que lhe deixou sem o movimento das pernas: “Quero ser útil só pra minha família”, dramatiza tentando sensibilizar a Perícia. Mas estão todos sob suspeita. Se tentarem forjar a invalidez, perderão o benefício e retornarão ao penoso trabalho de antes.

“O texto procura mostrar o quanto as condições de trabalho estão distantes do ideal e o quanto o sistema de prestação de serviços públicos essenciais está igualmente enfermo. A Saúde, a Segurança e a Educação, que deveriam formar um triângulo social com incentivos prioritários, revelam sua face degradante e evidenciam um exército de profissionais cada vez mais insatisfeitos e doentes”, diz Witczak. A encenação de André Amaro transporta o espectador para um programa de auditório, um reality-show, em que a figura do perito médico se transforma num apresentador de TV canastrão e vaidoso. “É um tom proposto pelo próprio texto. A aposentadoria por invalidez deixou de ser um benefício para tornar-se um prêmio de sorte fabricado pela indústria da esperança, do entretenimento”, diz.

Quem pretende concorrer a uma das poltronas do Teatro Caleidoscópio, a bilheteria estará aberta com uma hora de antecedência.

Ficha Técnica

Texto: Maurício Witczak
Elenco:
Wilton Oliveira
Vanessa Di Farias
Pecê Sanvaz
Ricardo César
Maurício Witczak
Wilson Demetrius.
Direção: André Amaro
Produção: Teatro Caleidoscópio e Konfraria Produções

28 de abril a 28 de maio, sextas e sábados, 21h; domingos, 20h. Ingressos a R$ 10,00 e R$ 20,00, na bilheteria com uma hora de antecedência.

Apoio: fullDesign Comunicação Integrada, Rotary Clube, Fantasia.Com

Teatro Caleidoscópio
CLSW 102 Bloco C Galeria – Sudoeste
Tel: 3344 0444

 Voltar